Voltar para o site coopermiti

“Acreditamos que o único
caminho para a mudança de
comportamento é através da
educação.”

FILMADORA JVC GR-ax 500

Empresa: JVC (Japan Victor Company)

Data: década de 80





JVC



A JVC (Japan Victor Company) é uma corporação internacional que produz equipamentos de áudio, vídeo e eletrônicos com sede em Yokohama, Japão. A empresa foi a responsável pela criação do VHS.



O primeiro vídeo de formato VHS do mundo, que a JVC desenvolveu e lançou em 1976, chegou a ser na realidade, o standard mundial de vídeo, e gerou um fenômeno cultural totalmente novo baseado na comunicação visual.







Filmadora



Câmera de vídeo, filmadora ou câmara de vídeo, é um dispositivo dotado de mecanismos que captura imagens em tempo real. Diferentemente da câmera fotográfica, a câmera de vídeo é capaz de registrar movimentos, trazendo assim uma maior dinâmica ao resultado final da produção.

Os movimentos são registrados tirando-se sucessivamente centenas (ou até milhares) de fotografias (quadros) da cena com grande rapidez (usualmente 30 por segundo. Durante a exibição, a imagem aparenta mover-se pois as fotos são exibidas mais rápido do que o olho humano é capaz de notar. Diferentes taxas de quadros por segundo (frequências) são utilizadas de acordo com a tecnologia empregada e a finalidade da filmagem. Câmeras de alta frequência (ex.: 1000 quadros por segundo) registram minuciosamente acontecimentos velozes (como disparos de armas de fogo), enquanto câmeras de baixa frequência podem ser usadas para a filmagem de nuvens ou do crescimento de vegetais.

No cinema, câmeras velozes (de muitos quadros por segundo) são utilizadas para gravar vídeos cujas frequências são reduzidas na pós-produção, gerando o famoso efeito de câmera lenta, sem que a imagem se mova "aos trancos" (como aconteceria se a filmagem não tivesse sido feita em alta frequência).





Videocassete

O gravador de vídeo cassete, videocassete ou cassete de vídeo, também conhecido pela sua sigla inglesa VCR (Video Cassette Recorder), é um aparelho eletrônico capaz de gravar e reproduzir imagens que são registradas em fitas magnéticas acondicionadas em caixas plásticas (cassetes) para facilitar o manuseio. Ele é o sucessor do gravador de videoteipe (VTR, na sigla em inglês), que utilizava fitas magnéticas em carretéis plásticos.

Inicialmente os videocassetes eram dirigidos ao mercado amador, mas com o tempo a tecnologia foi aperfeiçoada e usada para fins profissionais.

Dependendo das características físicas da caixa e da fita bem como das especificações técnicas de gravação e reprodução da imagem, foram definidos diferentes "formatos" de videocassetes como o U-Matic, Betamax, VHS, Betacam, S-VHS e outros.

Primeiros aparelhos

O primeiro videocassete com sucesso comercial foi o U-matic da Sony, introduzido no mercado em 1971. Até então, a gravação de imagens em meio magnético era feita com os videotapes (videoteipes), fitas magnéticas de 1/2, 1 ou 2 polegadas de largura acondicionadas em carretéis (ou rolos). Os equipamentos eram caros e pesados e seu uso para o mercado amador era pequeno. Usou-se então para o vídeo o conceito de "cassete" desenvolvido pela Philips nos anos 60 para as fitas de áudio, onde os carretéis com as fitas de áudio foram colocados em uma caixinha plástica. Do mesmo modo as fitas de vídeo foram montadas em uma caixa plástica que permitiria sua colocação no gravador de maneira mais rápida e prática (sem precisar passar a fita ao redor da cabeça de leitura ou por polias) além de ser, um aperfeiçoamento em relação à fita cassete de áudio foi a colocação de uma tampa retrátil na caixa plástica no lado em que esta é introduzida no aparelho para protegê-la do contato com as mãos. O U-matic usava uma fita de 3/4 de polegada de largura.

As primeiras máquinas não tinham os sintonizadores de televisão ou timers (relógios para programar a gravação), mas logo se vislumbrou que o potencial do mercado seria o de se gravar em casa a programação da televisão, o que fez com que os aparelhos fossem aperfeiçoados neste sentido.

O conceito de gravação de vídeo com "fitas em cassetes" foi desenvolvido, passou-se a usar fitas com 1/2 polegada de largura para diminuir o tamanho da caixa e já por volta de 1980 existiam três formatos de videocassetes competindo, cada um com um diferente tamanho de caixa fisicamente incompatível entre sí.





http://jspt.jvc-europe.com/template.php?page=100063



http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:Hp2UKO8VknAJ:jspt.jvc-europe.com/template.php%3Fpage%3D100064+JVC+historia&cd=2&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br&source=www.google.com.br

https://pt.wikipedia.org/wiki/Videocassete

https://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A2mera_de_v%C3%ADdeo

https://www.google.com.br/search?q=FILMADORA+JVC+GR-ax+500&hl=pt-BR&biw=1920&bih=932&site=webhp&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjtqaOVl_3NAhWEi5AKHSqtDV0Q_AUIBygC#imgrc=P22et2RPFyTTsM%3A