Voltar para o site coopermiti

“Acreditamos que o único
caminho para a mudança de
comportamento é através da
educação.”

FITA CASSETE MICROSOFT TK 2000

Empresa: Microdigital Eletrônica

Ano: 1984



Microdigital Eletrônica



A Microdigital Eletrônica Ltda. foi uma empresa brasileira de microinformática na década de 1980, com sede em São Paulo.

Histórico

Fundada em 1981 pelos irmãos George e Tomas Kovari (de onde veio o TK da linha de computadores domésticos lançada pela empresa), seu primeiro produto foi o TK80, um clone do Sinclair ZX80 inglês.

A empresa atingiu seu ápice por volta de 1985, com o lançamento do TK-90X (clone do ZX Spectrum) e do TK-2000 II, um semi-compatível com o Apple II+. Nesta época, ela contava com cerca de 400 funcionários, três fábricas industriais (duas em São Paulo e uma na Zona Franca de Manaus) e mais de 700 revendedores no Brasil.

Em 1983 a Sinclair, fabricante do ZX80 e ZX81 da qual tanto o hardware como o firmware (software básico) armazenado em ROM/EPROM foram copiados pela Microdigital, entrou com uma ação na justiça brasileira por violação de direitos autorais do firmware. Nessa época, anterior à Política Nacional de Informática de 1984, a Justiça brasileira, entendeu que um programa gravado em ROM, que não permite que seu conteúdo seja alterável e que se caracteriza de um conversor de código, também poderia ser entendido como componente fixo do hardware e, portanto, não estaria sujeito a proteção do direito do autor, mas ao Código de Propriedade Industrial. A Sinclair perdeu a ação na Justiça brasileira e optou por não mover ação por propriedade industrial.

Linha de produtos

Software

A Microdigital vendia softwares (cópias de programas estrangeiros, quase sempre) através de sua subsidiária MicroSoft.

Softwares para o TK 2000

Infelizmente eram pouquíssimos os softwares capazes de usufruir desta memória adicional, como por exemplo, uma planilha de cálculos (segundo relatos na comunidade era a “Multicalc da Microsoft”).

A maioria dos softwares disponíveis para o TK 2000 estava concentrada em fitas cassetes, existindo poucos títulos disponíveis em disquetes, sendo esta uma das maiores causas que o distanciou dos ambientes corporativos.

Em 1987, apenas três anos após seu lançamento, o TK 2000 praticamente sumiu das prateleiras, dando lugar a seu sucessor, o TK 3000. Este sim era quase totalmente compatível com o Apple II, possuindo algumas adaptações atrativas ao mercado brasileiro e seu design era mais robusto e expansível.

Conclusão e despedida

O TK 2000 fez o seu papel na história da informática no Brasil e sem dúvidas deixou saudades principalmente naqueles que foram introduzidos na computação através de seu hardware. Suas limitações e diferenças só começaram a ser motivos de sua saída do mercado quando os consumidores passaram a exigir uma base mais abrangente e consistente de softwares.



TK 2000

O TK2000, produzido pela empresa brasileira Microdigital Eletrônica Ltda, foi um microcomputador apresentado ao público durante a Feira de Informática de 1983 e lançado em 1984.. Utilizava a CPU 6502 e era parcialmente compatível com o software e hardware do Apple II+. Em 1985, foi lançada uma versão aperfeiçoada (com opção de 128K), o TK2000 II. Em 1987, foi descontinuado.





Características do produto



• Arquitetura: MPF II e Apple II +

• Lançamento: 1984

• Descontinuado: 1877

• Sistema operativo: TKDOS 3.3 (compatível com Apple DOS 3.3) com disquete

• Microprocessador: MOS Technology 6502 de 8 bits em 1,02 MHz

• Memória: ROM 16 Kbytes RAM 64 Kbytes (base) – 128 KB

• Alimentação: 110 v / 220 v (Fonte externa)









https://lh6.googleusercontent.com/-I7u5yBz8BiM/TtlmUoA2_vI/AAAAAAAAAyE/dQwDedim1qY/s640/kdk_0638.jpg

https://pt.wikipedia.org/wiki/Microdigital_Eletr%C3%B4nica

http://www.casadosnerds.com.br/tk-2000-uma-breve-historia-e-minha-despedida/

https://pt.wikipedia.org/wiki/TK2000

https://pt.wikipedia.org/wiki/Microdigital_Eletr%C3%B4nica