Voltar para o site coopermiti

“Acreditamos que o único
caminho para a mudança de
comportamento é através da
educação.”

REBOBINADOR DE FITAS Vhs BAKOSONIC com RELÓGIO TDK SONY PANASONIC

Empresa: Sony Panasonic

Ano: 1980



Sony

Sony Corporation é uma multinacional japonesa, sendo o quinto maior conglomerado de mídia do planeta. Fabrica uma infinidade de produtos eletrônicos, tais como aparelhos de televisão, som, DVDs e reprodutores de DVDs de vários tipos, CDs e leitores de CDs de vários tipos, home theaters, câmeras digitais, softwares de computadores, jogos eletrônicos, etc. Também atua na indústria do entretenimento sendo proprietária dos estúdios de cinema Columbia Tri-Star Pictures e acionista da Metro-Goldwyn-Mayer. Proprietária das gravadoras Sony Music e BMG, além dos canais de TV por assinatura Sony Entertainment Television, Sony Spin, AXN Black e AXN. Formou com a sueca Ericsson uma holding para a produção de telefones celulares com o nome Sony Ericsson, Sony Mobile desde 2012.

Panasonic

A Panasonic é uma empresa japonesa fabricante de eletroeletrônicos. Foi fundada em 1918 com o nome de Matsushita Electric Industrial Co. Ltd., pelo Sr. Konosuke Matsushita, que na época, com apenas 23 anos, fundou uma pequena empresa familiar com dois empregados, fabricando um plug para tomada elétrica, projetado por ele mesmo. A Panasonic desenvolvia também uma antiga linha de produtos chamada National, que fabricava inicialmente produtos eletrodomésticos, aparelhos pessoais e aparelhos industriais. Posteriormente, a National também passou a fabricar aparelhos de micro-ondas e alguns produtos eletrônicos. Vendo a Panasonic que a utilização de um nome único seria mais viável, ela interrompeu os produtos da linha National e passou a fabricar somente produtos com a marca Panasonic.

História

Em 1918 foi fundada a Panasonic Mobile Communications como um ramo da Matsushita Electric Industrial, formada especialmente para a produção de produtos eletrônicos industriais, incluindo telecomunicações, áudio profissional, entre outros equipamentos eletrônicos. No ano seguinte foi fundada a Matsushita Electric Company of America na cidade de Nova York, contando apenas com três funcionários.

Inicialmente vendia no mercado americano rádios e televisores. Rapidamente adotaram o nome "Panasonic", que significa "wide-ranging-sound" em seus produtos, ou "all-ranging-sound". Traduzindo: um som de alcance abrangente (largo), ou um som de alcance total.

Em 1960 foi introduzida a televisão de 21 polegadas colorida no mercado nacional. Em 1962 foi inaugurada a empresa de vendas na Europa sob o nome National Panasonic na Alemanha. Esta empresa foi usada como base para a entrada da Panasonic no continente europeu. Nesse mesmo ano foi introduzido no mercado o fac-símile (popularmente conhecido como FAX). No ano de 1967 foi lançado o rádio AM/FM cassette recorder, modelo RQ-231, para exportação. A partir deste lançamento a empresa desenvolveu inúmeros produtos nesse segmento como o primeiro rádio auto-reverse stereo do Japão, entre outros aparelhos de áudio. A divisão de produtos para casa (Home Appliance) foi estabelecida em 1970.

Três anos depois foi introduzido no mercado americano o primeiro micro-ondas para uso doméstico, um aparelho compacto, na vertical e que ocupava muito pouco espaço. Em 1977 introduziu no mercado o Video Home System, ou simplesmente VHS. No ano de 1982 a Panasonic desenvolveu o primeiro aparelho de CD (CD Player) que chamou a atenção do público quando apresentado na Tokyo Audio Fair e na feira de Berlim. O Pancom Pro Note, primeiro notebook produzido pela empresa, foi lançado em 1990. No ano seguinte o telefone celular MOVA P causou grande impacto no mercado, sendo o menor e mais leve aparelho disponível, equipado com bateria de níquel com hidrogênio. Em 1996 introduziu seu primeiro aparelho de DVD. Em 1998 a empresa introduziu as televisões digitais no mercado americano. No ano de 2001 lançou o slogan "Changes your life". Atualmente, a empresa utiliza o slogan "Panasonic Ideas for Life" e nomeou a internacionalmente famosa cantora soprano Sarah Brightman como embaixadora da sua marca. Alguns anos depois atingiu o topo da satisfação de seus consumidores, e foi consagrada como a melhor produtora de televisores de última geração do mundo, atualmente conhecidas como Viera



Video Home System

Video Home System (VHS, ou "Sistema Doméstico de Vídeo") é um padrão comercial para consumidores de gravação analógica em fitas de videoteipe. Foi desenvolvido pela Victor Company of Japan (JVC) na década de 70.

Em meados de 1950, a gravação em fita magnética se tornou um grande contribuidor para a indústria de televisão, por vias dos primeiros video tape recorders (conhecidos como VTRs). Naquele período, os dispositivos eram usados apenas para caros ambientes profissionais como estúdios de televisão, e em ambientes médicos (fluoroscopia). Em meados de 1970, o videotape começou a ser utilizado de forma caseira, criando a indústria de home video, fazendo alterações nos negócios de televisão e filmes. A indústria de televisão via os VCRs como rivais de seu negócio, enquanto os telespectadores apenas viam no VCR uma forma de "ter controle" de seus hobbies.

Em 1980 e 1990, com o VHS no pico de sua popularidade, ocorreu-se a guerra do formato do videocassete na indústria de vídeos caseiros. Dois dos formatos, o VHS e o Betamax, receberam maior destaque na midia. Todavia, o VHS ganhou a guerra, se consolidando como o maior e mais predominante formato de vídeos caseiros de seu período.

Posteriormente, os discos ópticos começaram a oferecer melhor qualidade que as fitas analógicas tradicionais, bem como o super-VHS. Um dos pioneiros deste formato, o LaserDisc, não foi muito bem recebido. Todavia, após a introdução do DVD em 1997, o mercado do VHS começou a entrar em declínio. Em 2008, o DVD conseguiu alcançar aceitação total, substituindo o VHS como formato de distribuição

Rebobinador

Logo após a introdução do formato VHS, rebobinadores de VHS foram desenvolvidos. Esses dispositivos tinham como única funcionalidade de rebobinamento de fitas de VHS. Os defensores dos rebobinadores argumentavam que, a utilização da função de rebobinar uma fita VHS em um videocassete comum, poderia levar danos ao mecanismo do videocassete, e os rebobinadores fariam essa tarefa sem riscos, e em uma velocidade superior se comparada com de um videocassete. No entanto, alguns rebobinadores tinham ímpetos de paradas, o que poderia, ocasionalmente, danificar uma fita.

Alguns dispositivos que foram comercializados, permitiam o uso de um computador para utilizar um VHS como dispositivo de backup. O mais conhecido foi o ArVid, muito utilizado na Rússia e nos estados pertencentes ao CEI. Sistemas semelhantes foram desenvolvidos nos Estados Unidos pela Corvus e a Alpha Microsystems, enquanto na Inglaterra pela Danmere LTD.





https://pt.wikipedia.org/wiki/Panasonic

https://www.google.com.br/search?q=REBOBINADOR+DE+FITAS+BAKOSONIC&hl=pt-BR&biw=1920&bih=805&site=webhp&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwj8l6_K5ePMAhVETJAKHXQ8ASkQ_AUICCgD#hl=pt-BR&tbm=isch&q=BAKOSONIC+rebobinador&imgrc=ZpeUHnnAi3cBPM%3A

https://pt.wikipedia.org/wiki/Video_Home_System

https://pt.wikipedia.org/wiki/Sony