Voltar para o site coopermiti

“Acreditamos que o único
caminho para a mudança de
comportamento é através da
educação.”

TECLADO ELÉTRICO HERING

Empresa: Hering

Ano: Década de 70



Hering



Histórico



As coisas não iam muito bem à pequena cidade de Blumenau no início da década de 1920. Com o fim da primeira guerra mundial, mas com a sua capacidade produtiva comprometida pelos danos da guerra, a Alemanha passava por grandes dificuldades no seu parque industrial.

Isto não permitia aos colonos de Blumenau, como do resto do Vale do Itajaí, provenientes da Alemanha, a obter os produtos da sua terra natal e que tanto apreciavam.

Foi isto que estimulou Alfred Hering a pedir dinheiro emprestado ao seu sogro, proprietário de uma loja de artigos domésticos e revendedor das Harmônicas Hohner, alemãs, instrumento musical muito apreciado na região, para iniciar a sua produção em Blumenau.

Assim, no dia 04 de agosto de 1923, nascia a Fábrica de Gaitas Alfred Hering com quatro operários além do próprio Alfred.

O sucesso, sem dúvida devido à boa qualidade do instrumento, já podia ser visto em 1935 com a conquista de diversas medalhas em feiras nacionais.

Na década de 40 começou a exportação dos seus produtos, entre eles uma harmônica com o nome “The Verity” encomendada pelo exército americano.

No início da década de 1960 a Hohner comprou a fábrica de harmônicas Hering e se manteve no Brasil até o fim da década de 1970.

Durante este período ampliou-se o mercado da Hering principalmente com exportações para os Estados Unidos.

Com a saída da Hohner do Brasil, diversos grupos passaram a ter o seu controle acionário até que em 1996 novos investidores assumiram a produção das Harmônicas Hering adquirindo o maquinário, ferramental e principalmente mantendo os principais colaboradores com larga experiência na produção destes instrumentos musicais.

Muito foi investido na criação de novos produtos a fim de atender as necessidades do mercado, cobrindo todos os estilos e atendendo muitas solicitações de profissionais. Também foram feitos grandes investimentos no desenvolvimento de novos materiais, novas ligas, novos designs e no treinamento da mão de obra.

Origem do Teclado

O teclado musical é um “instrumento” bastante sofisticado da tecnologia moderna, oriundo de instrumentos como o piano, o órgão, o cravo, dentre outros.

Foi no século XX que ganhou maior relevância dentro do mercado da música, por sua versatilidade e variedades sonoras.

No ano de 1874, um inventor chamado Elisha Gray criou o primeiro verdadeiro sintetizador. Chamado de “The Telegraph Musical”, este instrumento teve dois teclados, com os sons produzidos através de fios telegráficos.

Sua patente real foi obtida em 1875, para o que foi chamado oficialmente de “telégrafo elétrico de transmissão de tons musicais”. Após este passo inicial, o desenvolvimento foi lento. Os primeiros órgãos elétricos não sairiam até a década de 1920 com mais de 45 anos depois.

A Fender Rhodes Piano Baixo estreou em 1960, uma vez que a década veria a primeira explosão real avanços em teclados elétricos. Através da primeira parte da década de 1960, sintetizadores tinham sido desenvolvidos. Eles eram extremamente grandes, máquinas delicadas e foram utilizados apenas em estúdios de gravação, mas isso estava prestes a mudar.

A invenção de Bob Moog, o sintetizador Moog, foi exibido pela primeira vez em 1964. Tecnicamente, no entanto, não era um teclado, uma vez que não tinha um teclado.

Bob Moog adicionado um teclado de um sintetizador em 1970 e, de lá, a explosão teclado elétrico começou. Outras empresas seguiram o exemplo e como o tempo passou mais avanços e aperfeiçoamentos foram feitas.

Sintetizadores digitais vieram mais tarde e com a tecnologia MIDI eles poderiam ser acoplados em computadores e outros dispositivos de entrada e de programação. Rock progressivo dos anos 1970 tornou-se ligado a sintetizadores, assim como o pop eletrônico dos anos 1980.





Teclado



O teclado é um instrumento musical de teclas, onde se executam melodias e notas formando uma harmonia. É composto por um conjunto de teclas adjacentes pretas e brancas, que quando pressionadas produzem os sons.

O número de teclas pretas e brancas nos teclados atuais pode variar de acordo com o fabricante. Por padrão, os teclados arranjadores da Yamaha e da Casio vêm com 61 teclas (36 brancas e 25 pretas).







http://www.historiadetudo.com/teclado.html

http://musicaplena.com/breve-historia-do-teclado/



http://www.heringharmonicas.com.br/a-hering/historico/

https://www.google.com.br/search?q=SUPERGAME+Cce+Vg+2800&biw=1366&bih=599&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjx1_74grDOAhWEkZAKHfCnATkQ_AUIBigB#tbm=isch&q=TECLADO+HERING+&imgrc=dk_iKg6M1sFNKM%3A