Voltar para o site coopermiti

“Acreditamos que o único
caminho para a mudança de
comportamento é através da
educação.”

WALKIE TALKIE ALPHA STAR PLUS

Empresa: Produtos Eletrônicos Frata Ltda.

Data: 1989





História da radiocomunicação

A História da radiocomunicação começou em 1892 com o Fisico italiano Guglielmo Marconi, que descobriu a possibilidade de transmitir sinais à distância com antenas sem fios, com diversos experimentos anotados, Marconi percebeu que as antenas, quando colocadas mais altas, possuíam um sinal de alcance maior.

Com esse descobrimento deu o nome dessa tecnologia de Radiotelegrafia ou Telégrafo sem fio. Com o avanço de seus experimentos Marconi criou um emissor de ondas que transmitia sinais em código Morse, o Código Morse é um sistema binário de representação à distância de números, letras e sinais gráficos, utilizando-se de sons curtos e longos, além de pontos e traços para transmitir mensagens.

No começo do século XX foi criado a válvula elétrica pelo americano Lee De Forest melhorando muito a qualidade do som que era transmitido pelo telégrafo. Permitiu a transmissão de informações sonoras com as ondas eletromagnéticas, dando início as transmissões radiofônicas.





A História da radiocomunicação no Brasil

Deve se lembrar que por volta de 1900 o padre Roberto Landell de Moura também buscava resultados semelhantes, em experiências feitas em Porto Alegre, no bairro Medianeira, onde ficava sua paróquia. Foi um dos pioneiros com a primeira transmissão da voz humana via rádio do mundo.

No Brasil, a primeira transmissão oficial foi realizada no centenário da Independência do Brasil, em 7 de setembro de 1922, em que o presidente Epitácio Pessoa, acompanhado pelos reis da Bélgica, Alberto I e Isabel, abriu a Exposição do Centenário no Rio de Janeiro. O discurso de abertura de Epitácio Pessoa foi transmitido para receptores instalados em Niterói, Petrópolis e São Paulo, através de uma antena instalada no Corcovado. No mesmo dia, à noite, a ópera O Guarani, de Carlos Gomes, foi transmitida do Teatro Municipal para alto-falantes instalados na exposição, assombrando as pessoas quem estavam presentes.

Walkie-talkie

Um walkie-talkie (mais formalmente conhecido como transceptor de mão) é um transceptor de rádio de dois pontos, de mão e portátil. Os primeiros walkie-talkies foram desenvolvidos para uso militar durante a Segunda Guerra Mundial, e espalharam-se para a segurança pública e, eventualmente, trabalho comercial e locais de trabalho após a guerra. Principais características incluem um canal half-duplex - somente um rádio transmite por vez, embora qualquer número possa escutar - e um botão "aperte-para-falar" (push-to-talk) que inicia a transmissão. Walkie-talkies típicos lembram a parte auditiva e falante de um telefone, possivelmente um pouco mais largo, mas ainda uma única unidade, com uma antena saindo da parte de cima.

Enquanto um falante de telefone é alto suficiente para ser ouvido apenas pelo usuário, um falante embutido do walkie-talkie pode ser ouvido pelo usuário e aqueles que estão perto. Trancesptores de mão podem ser usados para comunicação entre si ou para estações base ou montadas em veículos.

Walkie-talkies modernos são equipados com uma tecnologia que inicia a transmissão quando é detectado algum som no microfone.

Os walkies talkies também podiam transmitir mensagens usando o Código Morse.



Código Morse

É um sistema de representação de letras, números e sinais de pontuação através de um sinal codificado enviado intermitentemente. Foi desenvolvido por Samuel Morse em 1835, criador do telégrafo elétrico (importante meio de comunicação a distância), dispositivo que utiliza correntes elétricas para controlar eletroímãs que funcionam para emissão ou recepção de sinais.

Uma mensagem codificada em Morse pode ser transmitida de várias maneiras em pulsos (ou tons) curtos e longos:

• pulsos eléctricos transmitidos em um cabo;

• ondas mecânicas (som), conhecido por morse acústico;

• sinais visuais (luzes acendendo e apagando);

• ondas eletromagnéticas (sinais de rádio);

Este sistema representa letras, números e sinais de pontuação apenas com uma seqüência de pontos, traços, e espaços.

Portanto, com o desenvolvimento de tecnologias de comunicação mais avançadas, o uso do código Morse é agora um pouco obsoleto, embora ainda seja empregado em algumas finalidades específicas, incluindo rádio faróis, e por CW (continous wave-ondas contínuas), operadores de radioamadorismo. Código Morse é o único modo de modulação feito para ser facilmente compreendido por humanos sem ajuda de um computador, tornando-o apropriado para mandar dados digitais em canais de voz.

O código Morse pode ser transmitido de muitas maneiras: originalmente como pulso elétrico através de uma rede telegráfica, mas também como tom de áudio, como um sinal de rádio com pulsos ou tons curtos e longos, ou como sinal mecânico ou visual (ex: sinal de luz) usando ferramentas como lâmpadas de Aldis e heliógrafos. Porque o código Morse é transmitido usando apenas dois estados — ligado e desligado — é uma estranha forma de código digital. O código Morse internacional é composto de seis elementos:

1. Sinal curto, ponto ou 'dit' (•)

2. Sinal longo, traço ou 'dah' (-)

3. Intervalo entre caracteres (entre pontos e traços)

4. Intervalo curto (entre letras)

5. Intervalo médio (entre palavras)

6. Intervalo longo (entre frases)

Portanto, o comprimento variável de caracteres do código Morse dificulta a adaptação à comunicação automatizada, então foi amplamente substituída por mais formatos regulares, incluindo o Código Baudot e ASCII.

O que se é chamado hoje de código Morse difere em parte do que foi originalmente desenvolvido por Morse e seu assistente, Alfred Vail. Em 1948 uma distinção das sequências do código, incluindo mudanças a onze das letras, foi feita na Alemanha e eventualmente adotada como o padrão mundial como Morse Internacional. A especificação original do código de Morse, muito limitada para o uso nos Estados Unidos, tornou-se conhecida como Railroad ou Código Morse Americano, e atualmente é muito raro o seu uso.



Características do produto

• Operam em 31mhz CB

• Segundo fabricante têm alcance de até 250m em campo aberto

• Botões de Código Morse

• Liga/desliga/volume e transmissão

• Funcionam com uma bateria de 9V cada

• Kit com os dois rádios



http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-707568548-walkie-talkie-frata-alphastar-plus-raridade-_JM

http://radiocomunicacao.net.br/historia-da-radiocomunicacao

https://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%B3digo_Morse

https://pt.wikipedia.org/wiki/Walkie-talkie

https://www.google.com.br/search?q=ALPHA+STAR+PLUs&biw=1366&bih=599&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjJ-vqniJPLAhWCDZAKHYB_DUUQ_AUIBigB#imgrc=VA10CNUJKlDeXM%3A