Voltar para o site coopermiti

CINTA PARA APARELHO Cd PIONEER

Pioneer

A Pioneer é uma empresa de produtos eletrônicos, fundada por Nozomu Matsumoto, em 1938. Tem como uma das principais acionais a Apple Inc. , sendo a desenvolvedora dos filtros de áudio usados nos ipods e iPhones.Produz vários tipos de produtos, como alto-falantes, CD players, DVD players, e componentes eletrônicos para uso em computadores Apple, entre outros.

História

Em 1937, o fundador da Pioneer, Nozomu Matsumoto, desenvolveu com sucesso o alto-falante dinâmico chamado de A-8. Um ano depois, a precursora da Pioneer, chamada de Fukuin Shokai Denki Seisakusho, foi fundada em Tóquio, Japão. Somente em 1961, o nome da companhia passou a ser Pioneer Electronic Corporation. No ano seguinte, ela introduziu o primeiro sistema estéreo separado do mundo.

Em 1975, a empresa lançou o primeiro car stereo por componente do mundo. Dois anos depois, introduziu o primeiro sistema de TV a cabo bidirecional acessível nos Estados Unidos. Em 1979, a Pioneer introduziu o LD player de uso industrial. O Karaokê LD para uso comerciável foi lançado três anos depois, bem como o CD player. Em 1984, introduziu a primeira combinação de LD player compatível com CDs e Lds do mundo.

Na década de 1990, introduziu o primeiro sistema de navegação por GPS baseado em CD do mundo; o primeiro changer 4X CD-ROM; o DVD/CD player; o primeiro DVD/LD/CD player compatível para uso doméstico; o primeiro sistema de navegação por GPS baseado em DVD do mundo; o primeiro drive gravador de DVD do mundo; o primeiro som automotivo para carros equipado com OEL do mundo; o primeiro sistema de navegação por GPS baseado em DVD que incorpora um disco de DVD 8.5 GB; e lança um novo logotipo. No fim da década, introduziu o primeiro gravador de DVD compatível com o formato DVD/RW do mundo.

Em 2001, lançou o sistema de navegação GPS para carros baseado em HDD e lança o slogan da marca global "sound.vision.soul". No ano seguinte, introduziu um gravador de DVD com disco rígido. Em 2003, a venda total de drives gravadores de DVD para uso em PC superou os cinco milhões de unidades. Em 2004, introduziu o primeiro DVD player para uso profissional do mundo, para DJ e VJ, aquisição da divisão de Plasma da empresa NEC é completada e se torna Pionner Plasma Display.





Som Automotivo

Som automotivo é o processo de instalação e ajustes de equipamentos de som em automóveis de passeio. Pode ser tanto um serviço comercial quanto um hobby de amadores.

Equipamentos

Os seguintes equipamentos compõem o som automotivo.

Unidade principal

Responsável pela fonte do áudio. Podem ser CD-players, DVD-players, toca-fitas e/ou sintonizadores AM/FM. Possuem saídas amplificadas para alimentar alto-falantes diretamente, e podem ter saídas pré-amplificadas com um sinal de áudio de melhor qualidade para serem ligadas a um amplificador externo, usado para alimentar os alto-falantes do sistema. As saídas amplificadas, muitas vezes divulgadas como 4x52W, na verdade estão usando o conceito de Watts PMPO e normalmente fornecem em torno de 4x20WRMS, sendo então saídas pouco potentes, porém suficientes para um kit de alto-falantes originais. O uso das saídas pré-amplificadas permite que amplificadores externos forneçam mais potência.

Unidades principais mais sofisticadas oferecem recursos como equalização (paramétrica ou gráfica), controle independente de subwoofer, cortes passa - alta (HPF) e passa-baixa (LPF) reguláveis, dentre outros. Algumas chegam até a oferecer o recurso de alinhamento de tempo (time alignment ou TA), que consiste em atrasar a fase do sinal de um dos canais para que se regule o centro do palco sonoro. Outros recursos que muitas unidades têm apresentado ultimamente são displays de cristal líquido com animações, e a possibilidade de reprodução de arquivos compactados nos formatos MP3, WMA, AAC, dentre outros.

Alto-falantes

São comumente divididos em tweeters, mid-ranges, subwoofers, drivers, e woofers, em que cada tipo é responsável pela reprodução de uma determinada faixa de freqüência. Eles são vendidos agrupados ou separados, sendo o número de componentes as chamadas vias do alto-falante. Alto-falantes multivias, como um coaxial por exemplo, possuem um médio e um tweeter, enquanto um triaxial possui um médio e dois tweeters, já os modelos quadriaxiais (quatro vias) possuem um Woofer responsável pelas Frequências baixas, um Mid-Range responsável pelas frequências médias e dois tweeters responsáveis por reproduzir as frequências altas (agudos). Já os alto-falantes vendidos separadamente são chamados de "kit componente" e o mais comum é que se encontre em duas vias. Os kits componentes incluem divisores de freqüência (ou crossover em inglês), que como o próprio nome diz, divide o sinal de áudio, enviando os agudos para o tweeter e os médios para o alto-falante médio. Devido a isso, os kits componentes são mais indicados para projetos que visam a qualidade do som.

Amplificadores

São equipamentos eletrônicos que recebem o sinal enviado pelo buraco principal, o amplificam e o usam para alimentar os alto-falantes, usando a bateria do veículo como fonte de energia. Existem dois tipos principais de amplificadores: os chamados "Entrada RCA" que amplificam o sinal enviado pelas saídas RCA da unidade principal, e os chamados "booster", que amplificam o sinal enviado pelas saídas amplificadas da unidade principal.

Os "Entrada RCA" geralmente tem melhor qualidade de áudio, contando tipicamente com centenas de componentes, porém os "booster" ainda são muito usados, principalmente no mercado brasileiro, devido ao seu baixo custo. Os preços e potências nominais variam muito, podendo ser encontrados amplificadores de 20 até 75000 watts RMS.

Amplificadores "RCA" geralmente são amplificadores com fontes de alimentação do tipo PWM, e pertencem quase sempre à classe AB. No entanto, amplificadores para grandes potências, geralmente utilizados para a reprodução dos sons graves e subgraves, costumam pertencer à classe D, devido ao seu maior rendimento, e por consequência produzem menos calor e exigem uma instalação elétrica de menor porte do que o equivalente em classe AB.

Alguns amplificadores mais sofisticados oferecem o recurso de indicação de clipping do sinal e até circuitos anti-clipping. Clipping é o corte do sinal por excesso de ganho, e essa distorção em volumes altos é a principal causa de queima de alto-falantes.

Cabos

Os cabos para som automotivo são divididos basicamente em três tipos: alta corrente, alta tensão e baixa tensão.

Os cabos de alta corrente são os responsáveis pelo fornecimento de energia elétrica ao amplificador, e devem ser dimensionados levando-se em conta a potência nominal do amplificador e seu fator de eficiência. Quanto mais eficiente for um amplificador, menor poderá ser a bitola do cabo para uma mesma distância. O contrário também é verdadeiro: quanto menos eficiente for um amplificador, maior deverá ser a bitola do cabo para uma mesma distância.

Os cabos de baixa tensão (ou alta impedância) são responsáveis por transmitir o sinal do circuito pré-amplificador da unidade principal para o amplificador. Geralmente são usados conectores RCA e cabos coaxiais, com seu núcleo constituído de um mono filamento de cobre e seu exterior por camadas alternadas de polímeros e blindagens eletromagnéticas. Devido a característica de transmitir sinais com baixa tensão, este tipo de cabo é muito sujeito a interferências eletromagnéticas, ocasionadas principalmente pelo módulo de injeção/ignição eletrônica, alternador, motor de arranque, bomba de combustível e cabos de alta corrente. Recomenda-se, quando da sua instalação, passá-los pela parte central do veículo, evitando assim possíveis pontos de interferências que prejudicarão a reprodução do áudio.

Os cabos de alta tensão podem ter duas finalidades distintas: transmitir o sinal das saídas amplificadas da unidade principal aos alto-falantes ou "boosters", ou transmitir os sinais amplificados pelo amplificador aos alto-falantes. As principais características a serem observadas são: pureza do cobre utilizado; quantidade de filamentos (quanto maior a quantidade, maior a flexibilidade e a área da secção do cabo); material da cobertura plástica (recomenda-se utilizar cabos cujas capas sejam anti chamas) e bitola. Este último item deve ser calculado levando-se em conta a potência aplicada ao alto-falante, a sua impedância e a sua distância em relação ao amplificador (externo ou interno à unidade principal).







Características do produto

• Fixação de Rádio, CD, DVD





http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-697228354-cinta-para-aparelho-cd-pioneer-_JM

https://pt.wikipedia.org/wiki/Som_automotivo

https://pt.wikipedia.org/wiki/Pioneer_(empresa)