Voltar para o site coopermiti

“Acreditamos que o único
caminho para a mudança de
comportamento é através da
educação.”

COMPUTADOR EVEREX TEMPO 386 SX

Empresa: Everex

Ano: 1991



Everex

Everex ("Já para a Excelência!") É um fabricante de desktops e notebooks computadores pessoais . Foi criado em 1983 e com sede em Fremont, Califórnia . A empresa foi fundada por Steve Hui, John Lee e Wayne Cheung. Em 1988, a Everex foi o líder em backup em fita vendas com metade do mercado mundial. Em 1993, a empresa tinha deslizado em falência e foi adquirida pela Plastics Group Formosa . Em 29 de dezembro de 2006 Sistemas Everex, Inc entrou com uma petição voluntária para a liquidação nos termos do Capítulo 7 e em junho de 2008 NewMarket Technology assumiu o controle da Everex.

História

Em 1983, a Everex lançou seu primeiro disco rígido , backup em fita e gráficos do produto . Sete anos mais tarde, com uma linha de produtos sempre em expansão, as receitas anuais totalizaram mais de $ 436 milhões e a força de trabalho superou 2.200 funcionários . Em 1985, começou a enviar Everex computadores pessoais sob marcas próprias , como o Sistema compatível IBM-AT populares 1800. Três anos mais tarde, o STEP linha de computadores lançados, a introdução de ponta 286 e 386 com base na computação para uma audiência de massa. Além de sistemas de computador , de alta performance servidores de arquivos e um UNIX baseados em sistema operacional (ESIX), a empresa produziu unidades de fita, placas gráficas, dados e fax modems , acessório produtos de memória, placas de rede , editoração eletrônica produtos, unidade de disco e fita controladores de controladores e monitores .

• 1983 - Everex fundada em Fremont, Califórnia

• 1984 - Primeira unidade de disco rígido Everex enviada

• Linha de computadores STEP 1986 - 286-Based

• 1987 - Everex IPO sob NASDAQ "EVRX"

• 1992 - discutiram uma fusão com a Northgate computadores . Mas essas negociações não

• 1993 - arquivos Everex para Capítulo 11 proteção de falência. Eles vendem sua marca Esix para James River Group por US $ 210.000 e sua divisão de armazenamento para Exabyte por US $ 5,5 milhões.

• 1993 - Everex comprado pelo Plastics Group Formosa

• 1998 - Everex lança FreeStyle, o primeiro do mundo Windows CE PDA, mas abandonou a linha no final do ano

• 2007 - Everex lança seu primeiro 17 "widescreen Vista notebook

• 2007 - Everex lança low-cost verde PC Impacto GC3502 correndo gOS

• 2007 - Everex anuncia planos para abaixo de US $ 300 cadernos Linux

• 2008 - Everex lança uma série de sistemas de baixo custo "verdes", o CloudBook UMPC , o gBook notebook e o gPC mini- Mac mini -como desktop, todos rodando o baseada no Ubuntu gOS Linux com o GNOME ambiente desktop. Everex é posteriormente adquirida pela integradora de sistemas Newmarket Technology.

• 2009 - A subsidiária americana da Everex fecha as suas portas, enquanto as filiais japonesas e taiwanesas parecem permanecer inalterados.



386 SX

O microprocessador Intel 80386 é um microprocessador da família CISC x86 lançado pela Intel em 1985 e que inaugurou a era da computação de 32 bits na plataforma PC.

Lançado inicialmente na velocidade de 12 MHz, era constituído por aproximadamente 275 mil transistores e representou uma grande evolução em relação à geração anterior, tanto no grande número de novas instruções que foram introduzidas quanto pela sua arquitetura interna que passou a operar com palavras de 32 bits.

Pela primeira vez, o processador foi capaz de utilizar eficientemente o modo protegido, capacidades de memória virtual em disco e multitarefa, ainda que os sistemas operacionais da época não aproveitassem plenamente esses recursos. Iria demorar ainda alguns anos para que surgissem os primeiros sistemas operacionais que fizessem uso das avançadas características que o 386 apresentou ao mundo. A versão 2.0 do OS/2 , com suporte a processadores de 32 bits surgiria somente em 1992, e o Windows NT 3.1, sistema operacional da Microsoft voltado a servidores, um ano depois.

Arquitetura e o 386 sx

O 386 original possuía tanto interna quanto externamente um barramento de dados e de endereços de 32 bits, o que permitia acessar 4 Gigabytes de memória RAM. Como o 386 era um processador de 32 bits, foi preciso desenvolver toda uma nova categoria de chipsets e circuitos de apoio para trabalhar com ele, o que acabou encarecendo bastante os sistemas baseados no 386 e afastando muitos compradores em potencial. Para contornar este problema, a Intel optou por lançar em 1988, uma versão de baixo custo do 386, batizada de 386 SX, que apesar de continuar funcionando internamente com palavras de 32 bits, comunicava-se com a memória RAM e os demais periféricos usando um barramento mais estreito de 16 bits. Apenas para diferenciar os dois processadores, a Intel rebatizou o 386 original de 386 DX.

Esta arquitetura permitiu que fossem aproveitados os mesmos periféricos usados em placas do 286, tornando as máquinas baseadas no 386 SX muito mais acessíveis.

Da mesma forma que o 286, o 386 SX usava endereçamento de 24 bits para fazer o acesso à memória RAM, o que permita ao processador acessar diretamente apenas 16 Megabytes de memória. Na época esta quantidade de memória era mais do que suficiente para suprir as necessidades da grande maioria dos usuários e essa limitação em relação ao 386 original não afugentou os compradores que fizeram do 386SX um enorme sucesso comercial.

Na época do 386, ainda eram utilizados em larga escala os antigos módulos de memória SIMM de 30 vias, que podiam transferir somente 8 bits por ciclo de clock. Assim, num sistema 386, era necessário instalar os módulos de memória em quantidades múltiplos de 4 de forma a suprir o processador com os 32 bits de dados que ele necessitava a cada acesso à memória.

O 386 foi a última geração de processadores fabricados pela Intel a não possuir uma unidade de ponto flutuante (FPU). Assim, as placas mãe do 386 vinham equipadas com um soquete destinado à adição de um processador auxiliar, o co-processador aritmético, que era encarregado de executar todas as operações envolvendo números reais, essenciais em muitos programas de engenharia e CAD/CAM. Muitos fabricantes de chips criaram seus co-processadores compatíveis com o i386, sendo os mais comuns o i387, da própria Intel e o Weitek 3167.

Os sistemas 386 utilizam o mesmo barramento para a instalação de periféricos que o seu antecessor, o ISA (“Industry Standard Architecture”) que era um barramento de 16 bits e que operava a 8 MHz. Algumas placas, destinadas principalmente a servidores, vinham dotadas com a extensão de 32 bits deste barramento, o Extended Industry Standard Architecture (EISA). O barramento EISA dobrava a largura de banda destinada ao fluxo de dados entre o periférico e o processador, mas tiveram pouca aceitação devido ao alto custo dessas placas e ao insignificante acréscimo que essas placas traziam para o desempenho geral do sistema. Mesmo o barramento sendo de 32 bits, a frequência de 8 MHz do EISA já não era suficiente para acompanhar a demanda de dados exigida pelas versões mais velozes do 386, que já tinham chegado a 33 MHz em 1991. Mesmo assim, um barramento de alta velocidade realmente eficiente só seria apresentado para utilização com os modernos processadores 486, que viria a ser conhecido como VESA LOCAL BUS (VLB).









https://pt.wikipedia.org/wiki/Intel_80386

https://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=ru&u=http://collectionerus.ru/collections/retro-laptops/39/&prev=search

https://www.youtube.com/watch?v=erU6ifPy8W8

https://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=https://en.wikipedia.org/wiki/Everex&prev=search