Quem somos

A sustentabilidade sempre deve ser associada a qualquer projeto, ação ou abordagem para garantir a continuidade sistêmica do nosso planeta.

A Coopermiti, cooperativa sem fins lucrativos conforme Lei 5.764/71, é uma central de triagem de resíduos eletroeletrônicos (lixo eletrônico, lixo tecnológico ou e-lixo) pioneira no Brasil a ser conveniada com um órgão de gestão pública para essa finalidade.

Com um Sistema Integrado de Gestão da Qualidade e Meio Ambiente Certificado ISO 9001:2008 e ISO 14001:2004, desenvolve e opera soluções para o desfazimento do lixo eletroeletrônico (computadores, CPUs, impressoras, rádios, celulares, televisões, microondas, eletrodomésticos, entre outros), utilizando-se desse processo para realizar um trabalho de inclusão social, inclusão digital, capacitação, educação ambiental e cultura.

“A Coopermiti contribui de forma incisiva para a preservação de nosso meio ambiente, trabalhando para que o lixo eletrônico (e-lixo) não seja descartado de forma incorreta.”

Conveniada à Prefeitura do Município de São Paulo, iniciou suas atividades em março de 2010 na Central de Triagem locada pela Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), na Barra Funda, e em outubro de 2015 mudou-se para a Rua João Rudge, 366, no bairro da Casa Verde, no município de São Paulo.

A sede da Coopermiti também abriga um museu com acervo de materiais antigos, como computadores, telefones, celulares, máquinas de escrever, etc. e uma Oficina de Arte, onde as obras são compostas por resíduos eletroeletrônicos.

Todo material recebido ou coletado após triagem é destinado, reciclado ou reutilizado, gerando renda aos cooperados e proporcionando doações.

O material chega à Coopermiti através de entrega voluntária em nossa sede, coleta agendada por telefone ou pelo formulário em nosso website, e coleta nos PEVs (pontos de entrega voluntária de parceiros) para e-lixo espalhados em alguns pontos do município.

Para uma melhor comunicação com nossos potenciais clientes, comunidade e parceiros de negócio a Coopermiti elaborou um Manual de Boas Práticas de Gestão Ambiental e Logística Reversa, visando comunicar oficialmente a política e objetivos do Sistema Integrado de Gestão da Qualidade e Meio Ambiente da Coopermiti, fornecer orientação para boas práticas de gestão ambiental e gerenciamento de resíduos sólidos de e-lixo, obter maior comprometimento e efetuar a conscientização de seus parceiros de negócio e sociedade sobre a importância de se posicionar de maneira pró-ativa na prevenção de poluição e controlar ou reduzir os impactos ambientais e riscos à saúde proveniente do lixo eletrônico.

Para acessar nosso Manual de Boas Práticas de Gestão Ambiental e Logística Reversa, clique aqui.

Declaração de Política e Objetivos do Sistema Integrado de Gestão da COOPERMITI

A COOPERMITI é uma cooperativa de produção, recuperação, reutilização, reciclagem e comercialização de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos (REEE), popularmente conhecido como lixo eletrônico (e-lixo), que trabalha para recolher, reciclar e descartar de forma ambientalmente correta, esse resíduo gerado pela sociedade. Somos nesta categoria, uma cooperativa pioneira no Brasil, conveniada a um órgão público (Prefeitura de São Paulo, SP), com tecnologia e competência técnica comprovada para executar processos de manufatura reversa e logística reversa, para uma demanda crescente de lixo eletrônico.

As bases de sustentação do nosso trabalho estão firmadas nos seguintes valores:

COOPERATIVISMO, EDUCAÇÃO, ÉTICA e SUSTENTABILIDADE.

Com o nosso compromisso em assegurar a efetividade e a melhoria contínua do Sistema Integrado de Gestão estabelecido, esperamos que os seguintes objetivos possam vir a ser alcançados: 

  •   Assegurar a satisfação de nossos clientes e parceiros de negócio, com a qualidade dos serviços prestados;
  •   Contribuir para a educação ambiental e cultura;
  •   Atender os requisitos legais aplicáveis e outros subscritos pela organização;
  •   Realizar a inclusão social;
  •   Desenvolver a competência profissional de nossos colaboradores diretos;
  •   Prevenir a ocorrência de não conformidades, situações indesejáveis ou de risco, que possam comprometer a segurança no trabalho, a qualidade de nossos serviços, o patrimônio da cooperativa ou ainda causar poluição, e
  •   Motivar nossos colaboradores diretos para que se comprometam com as boas práticas de trabalho no que se refere aos aspectos de qualidade, saúde e segurança no trabalho, preservação do meio ambiente e prevenção da poluição.

Original assinado em 12 de dezembro de 2016 pela Diretoria eleita.

Manual de boas práticas de gestão ambiental e logística reversa Saiba Mais

Conheça o Mitinho

O Mitinho nasceu em janeiro de 2010, quando o primeiro logo da Coopermiti ficou pronto e percebeu-se “por acaso” que o Mitinho estava lá.

A imagem ao lado foi o primeiro logo da Coopermiti e foi desenvolvido de forma “caseira e amadora” por um dos membros fundadores, e assim que foi finalizado, pode-se perceber que as duas letras “o” dentro da letra “C” representada pela seta, formavam o que parecia ser dois olhos. Quando o logo foi desenvolvido ainda não se tinha a intenção de se desenvolver um mascote, mas ao deparar-se com o primeiro logo pronto, o Mitinho estava lá e nos trazendo muitas ideias novas.

A Coopermiti foi fundada com um forte sentimento e desejo de trabalho para contribuir com a Educação em nossa sociedade, e ao se perceber o Mitinho presente no primeiro logo desenvolvido, muitas ideias surgiram para utilizá-lo em histórias em quadrinho ou materiais informativos com o objetivo de transmitir mensagens de preservação do meio ambiente e de mudança de comportamento do ser humano.

Como acreditamos que o acaso não existe e que para tudo há uma razão, sempre acreditamos que o Mitinho já existia em nosso inconsciente e no momento oportuno ele apareceu para nos mostrar que estava a nossa disposição para realizar o seu trabalho de levar conhecimento às pessoas.

Em 2012, naturalmente sentiu-se a necessidade de se desenvolver uma identidade visual mais profissional para a Coopermiti, que pudesse de alguma forma mostrar ao mercado o importante trabalho que vinha sendo desenvolvido pelos cooperados associados. Pretendia-se que a nova identidade visual pudesse transmitir a seriedade do trabalho e a confiança que a Coopermiti vinha conquistando junto aos seus clientes e parceiros de negócio.

Mas, o Mitinho já existia! Por este motivo, durante os trabalhos de desenvolvimento da nova identidade visual da cooperativa, era imperativo que ele continuasse presente.

Então, surgiu nosso simpático Mitinho, que ilustra o inicio deste texto!